32ª edição –  Show Rural Coopavel faz primeira reunião geral com coordenadores

Por Jean Paterno

Legenda: Rizzardi apresenta estatísticas sobre sugestões e o que já é feito para melhorar estrutura do evento – Crédito: Assessoria

Tão logo termina uma edição começam os preparativos da seguinte. Essa tem sido a lógica de organização, montagem e preparativos do Show Rural Coopavel, uma das três maiores mostras de novas tecnologias, inovações e conhecimentos para o campo do mundo. Durante sete meses por ano, a cooperativa que organiza o evento mantém 50 pessoas cumprindo tarefas diariamente no parque, mas a partir de outubro o número de colaboradores aumenta progressivamente.

O ponto de partida decisivo dos preparativos começa com os encontros regulares dos coordenadores de áreas. São cerca de 50 pessoas que, nos meses que antecedem e durante o evento, têm por responsabilidade deixar tudo pronto para bem recepcionar os mais de 250 mil visitantes esperados. O primeiro check list da edição de 2020, agendada para o período de 3 a 7 de fevereiro, foi realizado no último dia 28 de setembro, na sala de reuniões da área administrativa do Show Rural Coopavel.

As tarefas foram encaminhadas pelo presidente Dilvo Grolli e pelo coordenador geral Rogério Rizzardi. Um a um, todos os coordenadores puderam informar sobre o andamento e as etapas da organização da feira. Nesse primeiro contato começam a ser apresentados brieffings das atrações que serão apresentadas durante o evento. “Todas as reuniões de preparação são importantes, mas a primeira geral serve para marcar o ponto temporal da arrancada final dos preparativos do evento. Mesmo a quatro meses da abertura oficial dos portões, tudo precisa ser cuidadosamente organizado e continuamente checado”, aponta Dilvo Grolli.

O encontro permite definir estratégias para alcançar o maior número de pessoas com as peças de divulgação e notícias sobre o Show Rural Coopavel, da expedição e envio de convites às autoridades, para a definição da agenda de visitas de personalidades dos mais diversos segmentos organizados e também de palestras e lançamentos que ocorrerão durante os cinco dias de evento. “E tudo precisa estar rigorosamente dentro do prazo. Ninguém tem tempo a perder. Tudom deve ser preciso”, afirma Rogério Rizzardi.

O coordenador geral do Show Rural Coopavel apresentou o resultado de avaliação feita da 31ª edição, realizada em fevereiro passado. Mais de 200 sugestões foram apresentadas. Setenta delas foram aprovadas, 47 estão em análise e 20 serão implementadas em 2021. “Algumas foram repetidas e outras, devido à sua complexidade ou não viabilidade, acabaram desconsideradas. Tudo isso traz fôlego e oxigena a programação de uma mostra tecnológica criada para, além de mostrar novidades, acelerar a chegada de tecnologias ao campo e ampliar os resultados das propriedades rurais”, conforme o coordenador.

 

Banco do Brasil Governo Federal