Avicultura: A importância da qualidade da água no desempenho dos lotes

Por Jean Paterno

Legenda: Água de qualidade e na quantidade certa é um fator de sucesso na produção dos lotes

A água servida às aves durante o período de confinamento nos aviários conta muito para o bom desempenho do lote. Palestras, painéis e sistemas de distribuição vão ser apresentados pela área de avicultura da Coopavel durante o 32º Show Rural, de 3 a 7 de fevereiro de 2020. “O objetivo é fazer com que o produtor que lá estiver saiba em detalhes o peso de garantir água de qualidade à atividade”, diz o gerente de Fomento Avícola Eduardo Leffer.

Técnicos da cooperativa estarão no pavilhão da avicultura para repassar informações, orientações e tirar dúvidas dos visitantes. “Vamos mostrar mecanismos de distribuição de água e falar sobre cloração, pH, dimensão dos sistemas de encanamento, limpeza e desinfecção de nípeis”, diz Eduardo. Os avicultores também poderão assistir a apresentações rápidas de conteúdos sobre a atividade, e do retorno que se tem adotando boas práticas de fornecimento de água aos frangos.

Há dois meses, técnicos fazem nas propriedades integradas à cooperativa a análise da água fornecida nos aviários. Durante o Show Rural, o avicultor cooperado que passar pelo estande poderá saber o resultado apurado em sua propriedade e, com base nisso, será orientado sobre ajustes possíveis. Caso ele queira, poderá inclusive comprar sistemas que estarão à mostra no local para garantir correções e melhorar o desempenho dos lotes.

Comparação

Uma das atrações do pavilhão da avicultura será mostrar aos avicultores a situação de dois nípeis d´água por dentro. Com o uso de microcâmera, fez-se uma viagem pelo interior de um nípel limpo e de outro sujo. E o resultado da inspeção será apresentado em dispositivos de exibição que estarão no local. “Há muita diferença em resultado ao se fazer a manutenção corretamente e em deixar os nípeis sem o devido cuidado”, afirma o gerente de Fomento Avícola da Coopavel.

Há vários benefícios no fornecimento de água de qualidade nos aviários, entre eles estão: melhor desenvolvimento dos pintainhos na primeira semana, menor mortalidade, prevenção e menor gasto em eventuais tratamentos, melhor conversão alimentar, mais peso de abate, mais qualidade da cama do aviário e melhora nas patas das aves. O resultado disso tudo é desempenho superior e lucratividade ao produtor, segundo Eduardo Leffer.

Atualmente, a Coopavel tem 300 cooperados integrados à cadeia da avicultura, somando 600 aviários. O abate mensal é de 4,6 milhões e o anual de 56 milhões de aves.

Crédito: Assessoria

Banco do Brasil Caixa Governo Federal