Credicoopavel tem o melhor ano de sua história

Jean Paterno

O exercício de 2020 foi o melhor dos 39 anos da trajetória da Credicoopavel, a Cooperativa de Crédito Rural Coopavel. O anúncio foi feito nesta semana durante AGO (Assembleia Geral Ordinária) com a presença de diretores e de alguns cooperados – foi realizada observando protocolos sanitários e de distanciamento social orientados por decretos governamentais e autoridades de saúde.

Um número mostra o bom desempenho que a Credicoopavel teve no ano passado: a previsão estimada de lucro para o exercício era de R$ 10 milhões e o resultado chegou a R$ 15,8 milhões. “Esse é o resultado do trabalho sério, do planejamento e da dedicação de todos”, destacou o presidente do Conselho de Administração Dilvo Grolli. A AGO decidiu como ratear o saldo das sobras: do total, R$ 6 milhões foram capitalizados na conta capital dos sócios.

De acordo com o diretor financeiro Paulo Aparecido Arantes, quem manteve saldo em conta corrente obteve rentabilidade de 3,13% ao ano e para quem fez empréstimo a cada R$ 100 pagos em juros a Credicoopavel devolveu R$ 6,58. “Esses são dois aspectos particularmente importantes de nossa cooperativa, porque ninguém remunera com percentuais tão expressivos atualmente no sistema financeiro brasileiro”, ressalta Paulo.

Quem manteve aplicações, além do rendimento normal da Selic, recebeu mais 48,48%. Ou seja: em vez de 100% da Selic, recebeu 148% – 100% entram como rendimento na conta do associado e 48% integralizados em cota-capital. O número de cooperados em 31 de dezembro de 2020 era de 6.487, crescimento de 10% na comparação com o ano anterior. “Todas as metas estabelecidas no início de 2020 foram cumpridas e superadas ao longo do exercício”, observa Dilvo Grolli.

A assembleia aprovou ainda as seguintes metas para o ano de 2021: conquista de 800 novos associados, ativos de crédito de R$ 300 milhões, depósito à vista R$ 150 milhões, depósito a prazo R$ 150 milhões, resultado financeiro/lucro R$ 15 milhões e patrimônio líquido de R$ 100 milhões. A AGO desta semana também elegeu o novo Conselho Fiscal da Credicoopavel, com mandato de um ano. Os efetivos são: Paulo Roberto Orso, Aguinel Waclawovsky e Altair Brotas Garcia; e os suplentes Jair Wenggen, Enio Pereira da Silva e Luis Felipe Orsatto.

Paulo Aparecido Arantes é o diretor financeiro da Credicoopavel

Crédito: Assessoria