Iguassu Valley cria grupo para fortalecer agro na região Oeste

Jean Paterno

Apresentação oficial do plano estratégico do agro de Cascavel será no dia 20 de julho, a partir das 7h30, no Sindicato Rural com a presença de autoridades, técnicos e convidados

O Iguassu Valley Agro conta com a participação de cooperativas, instituições de ensino, aceleradoras, hubs de inovação e órgãos voltados ao incremento da atividade produtiva. “A inovação é fundamental para os mais diferentes setores e a principal meta dela deve ser a geração de riquezas, colaborando para melhorar as condições de vida e de oportunidades em toda a área que influencia”, disse o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, na abertura dos trabalhos do encontro mais recente do grupo no Espaço Impulso, na área que abriga o Show Rural.

A Tecnologia da Informação traz uma revolução intensa e bem-vinda nas empresas, contribuindo para vencer a burocratização e para dar mais dinâmica a inúmeras atividades, citou Dilvo. Ele lembrou também que o aprimoramento da gestão e a disseminação do espírito empreendedor são atitudes indispensáveis em uma era de mudanças contínuas. O presidente da Coopavel citou que 129 dos 399 municípios do Paraná respondem por 83% do PIB e são o motor das mais diferentes oportunidades geradas para fortalecer os indicadores da quarta força econômica entre 27 estados brasileiros.

O tamanho do agro

O Espaço Impulso, inaugurado em fevereiro, integra entidades com perfil inovador com a missão de contribuir para o contínuo aperfeiçoamento do agronegócio. O agro brasileiro responde por 27,4% do PIB brasileiro e ajuda a alimentar cerca de um bilhão de pessoas no mundo. O Oeste abriga seis das maiores cooperativas nacionais (Coopavel, C. Vale, Lar, Frimesa, Copacol, Copagril e Primato) que, juntas, têm 66 mil cooperados; 73,3 mil colaboradores e movimentam R$ 55,7 bilhões por ano. “Esse é o maior hub do agro brasileiro”, citou Larissa Brandt, do PTI.

O Iguassu Valley Agro busca conectar empresas, produtores e os mais diferentes atores do segmento, trazendo assim soluções aos desafios que o campo costuma enfrentar, destacou o diretor de Negócios do Sebrae, Emerson Durso. Emerson é quem está à frente dessa fase de estruturação do grupo. O objetivo é ampliar a representatividade e o reconhecimento da governança e elaboração de um evento especial que vai marcar oficialmente a entrega do Plano de Fortalecimento do Agronegócio do Oeste do Paraná.

Legenda: A mais recente reunião do grupo foi no Espaço Impulso, no Show Rural
Crédito: Assessoria

(box)

Parceiros

As forças organizadas que integram o SRI Iguassu Valley Agro são: Sebrae, PTI, AcicLabs, Fundetec, CienTech, Prefeitura de Toledo, Iguassu, Unioeste, UTFPR, Fiep, Espaço Impulso, Coopavel, Frimesa e Lar.