Mais de 90% dos resíduos que o Show Rural gera são recicláveis

Por Jean Paterno

Mais de cem toneladas de resíduos são gerados a cada edição do Show Rural Coopavel. Graças a um cuidadoso trabalho articulado pela engenheira ambiental Lucimar Novaes da Silva, e equipe de trabalho, mais de 90% disso é reciclado e reaproveitado. O trabalho da equipe de coleta ocorre por cerca de um mês, considerando o antes, o durante e o pós-evento.

Boa parte dos resíduos é depositada nos mil pontos de coleta espalhados pela área de 720 mil metros quadrados que, desde 1989, abriga o Show Rural Coopavel. A recolha ocorre em horários específicos, justamente para evitar transtornos durante a visitação, aberta diariamente das 8h às 18h. Todo material é levado para uma central e devidamente separado.

“Praticamente tudo é reaproveitado, reduzindo ao máximo qualquer possibilidade de impacto ambiental”, segundo Lucimar. Boa parte dos reutilizáveis são latas de refrigerantes e garrafas pet, papelão, embalagens em geral e madeira. O que não é aproveitado pela logística reversa vira fonte de energia a caldeiras de indústrias da Coopavel. Restos de alimento, por sua vez, vão para a compostagem e viram adubo. Os rejeitos, que são minoria, seguem para aterro industrial.

Parceria

A Coopavel mantém uma parceria com a Cootacar, cooperativa de catadores de recicláveis. Eles contribuem com a triagem e ficam com todos os resíduos comercializáveis. “Assim, além de evitar impactos ambientais e contribuir com a preservação dos recursos naturais, a cooperativa ainda pratica uma ação solidária”, diz o coordenador executivo do Show Rural Coopavel, Acir Inácio Palaoro.

Legenda: São mil os pontos de coleta de rejeitos espalhados pelo parque

Legenda 2: A engenheira ambiental Lucimar Novaes, responsável pela gestão de resíduos no Show Rural CoopavelCrédito: Assessoria

Banco do Brasil Governo Federal