Moinho de trigo da Coopavel comemora oitavo aniversário

Jean Paterno

Uma missa em Ação de Graças marcou a comemoração do oitavo ano de atividades do Moinho de Trigo da Coopavel Cooperativa Agroindustrial na tarde da última sexta-feira. A abertura dos trabalhos foi feita pelo presidente Dilvo Grolli, que agradeceu a todos pelo empenho e citou o bom momento vivido pelo agronegócio e pelos números expressivos alcançados pelo moinho em sua trajetória.

A missa foi celebrada pelo padre Eucácio Franciano Alba, da Paróquia Santa Rita de Cássia. Na homilia, o religioso lembrou dos dias difíceis e das lições que eles trazem. Falou sobre união, trabalho e do poder de transformação quando há um propósito nobre nas ações que envolvem as pessoas. O gerente do Moinho, Marcio Iantas, agradeceu a todos pelo empenho e disse que os bons resultados estão diretamente conectados à dedicação de cada profissional e ao amor que coloca no cumprimento de suas tarefas.

Ampliação

O moinho que opera desde 2012 passa por obras de ampliação. A estrutura atual tem área construída de dez mil metros e capacidade de moagem de 480 toneladas de trigo por dia. Com os trabalhos em andamento, a capacidade vai ser elevada em 30%, com aumento diário de 220 toneladas. “Vamos chegar, na metade de 2021, à capacidade de moagem de 700 toneladas por dia”, informa o gerente.

O projeto contempla a edificação de um novo prédio de cinco andares, com área de dois mil metros quadrados. A previsão é que as obras e a instalação e operação dos equipamentos estejam concluídas até junho de 2021. A ampliação do moinho faz frente a um momento interessante à cultura, evidenciada de junho a setembro durante a primeira edição do Show Rural de Inverno.

A tecnologia para o trigo avançou muito nos últimos anos e é possível alcançar produtividades elevadas com inúmeras cultivares diferentes. “Algumas das que foram demonstradas na edição de inverno têm capacidade de produtividade até 40% maior do que há de melhor atualmente cultivado. É uma evolução fantástica e que fará muito bem para a triticultura do Paraná e do Brasil”, conforme Dilvo Grolli. A produção nacional atualmente é de 6,8 milhões de toneladas e o consumo é o dobro disso, outro indicador importante para confirmar as melhores expectativas depositadas sobre a produção nacional de trigo.

Missa que comemorou os oito anos do moinho, na última sexta-feira

Coopavel, 50 anos

A Coopavel Cooperativa Agroindustrial comemora nesta terça-feira, 15, os seus 50 anos de criação. Mesmo com enormes desafios, a Coopavel chega a meio século de atuação como um modelo de cooperação agropecuária. Sem jamais perder de vista a meta de fazer da Coopavel uma das grandes cooperativas do Brasil, seus diretores e cooperados venceram os mais diferentes obstáculos e atualmente ela é a 16ª do Brasil em um ranking com 1.613 cooperativas distribuídas por todo o território nacional.

O faturamento de 2020 deverá chegar a R$ 3,5 bilhões. O número de cooperados é de 6 mil e o de colaboradores é de mais de 6,2 mil. A Coopavel exporta carnes para mais de 40 países. “Queremos agradecer aos fundadores e aos seus familiares, aos cooperados, aos colaboradores e a todos que fizeram e fazem a Coopavel ser uma referência em cooperação agropecuária. Sempre atenta aos movimentos do mercado e da inovação, estamos preparados para novos tempos de oportunidades”, segundo Dilvo Grolli.

Crédito: Assessoria