O 6º princípio

Por Jean Paterno

A intercooperação é um dos sete princípios do cooperativismo, um dos movimentos de organização produtiva mais bem-sucedidos da história da civilização. Por meio da troca de informações, conhecimentos e parcerias que envolvem a estrutura das cooperativas, é possível fortalecer os indicadores de um setor indispensável para o crescimento de várias cidades e regiões. Há 22 anos, a Coopavel mantém laços com a Carpil, a Cooperativa Agropecuária Regional de Palmeira dos Índios, município de pequeno porte do interior de Alagoas.

Nesses anos todos, a Carpil envia caravanas a Cascavel com interesse puramente pedagógico. A finalidade é aprender com as inovações, pesquisas e tendências apresentadas no Show Rural Coopavel. Das mais de quatro mil pessoas da cooperativa que estiveram na feira, 900 eram jovens que frequentavam o ensino médio ou a graduação. Ao enviar filhos de agricultores ao interior do Paraná para se integrar às novas tecnologias para o campo, a Carpil desenvolve uma estratégia de fortalecimento dos indicadores rurais nos municípios aos que dá cobertura.

“O aprendizado já obtido nas viagens ao Show Rural Coopavel é fascinante. A produtividade de leite saltou da média de 4 para mais de 12 litros por animal/dia. E as técnicas de cultivos permitiram ampliar de forma significativa produtividades de culturas como milho e mandioca”, diz o presidente da Carpil, Luciano Monteiro. A participação dos jovens nesse processo de parceria-aprendizagem renova esperanças de produções maiores, de rendas mais robustas e de aumento da qualidade de vida em uma região ainda de muitas carências.

Durante o Show Rural Coopavel, que acontece por cinco dias geralmente na primeira semana de fevereiro, a comitiva da Carpil busca informações sobre as mais diversas novidades. “Precisamos de planejamento para aprender o máximo que pudermos em uma das maiores universidades a céu aberto do mundo. A orientação é que cada agricultor, segundo o potencial de sua propriedade, busque informações de atividades específicas. Tudo deve ser cuidadosamente aprendido para que a aplicação garanta os resultados almejados. E a experiência sempre surpreende”, diz Luciano.

O sucesso da parceria entre Coopavel e Carpil é tão contundente que o Ministério da Agricultura lança, com base nesse trabalho de mais de duas décadas, um programa específico de integração de cooperativas. O Brasil Mais Cooperativo, em fase final de elaboração, vai estimular a aproximação de cooperativas do Sul com as do Norte e Nordeste do País. A troca de informações, conhecimentos e tecnologias tende a tornar mais equilibrado, com o tempo, o processo de desenvolvimento agropecuário dessas regiões, diz a ministra Tereza Cristina.

As cooperativas do Sul também terão a oportunidade de aprimorar seus métodos e conhecimentos. Por meio do mesmo programa federal elas poderão manter contatos com algumas das mais conhecidas, tradicionais e sofisticadas cooperativas agroindustriais do mundo.

Legenda: Há 22 anos, a Carpil envia comitivas cada vez maiores para buscar  conhecimentos em Cascavel, a 3,5 mil quilômetros de distância

Banco do Brasil Governo Federal