Parceria vai trazer alunos de escolas técnicas ao Show Rural Coopavel

Por Jean Paterno

Legenda: O presidente do Instituto Emater é Natalino Avance de Souza

Cerca de 1,5 mil alunos matriculados em 17 colégios agrícolas e 23 casas familiares rurais do Paraná vão participar do 32º Show Rural Coopavel, agendado para o período de 3 a 7 de fevereiro de 2020 em Cascavel, no Oeste do Paraná. A novidade é resultado de uma parceria alinhada entre a direção do evento tecnológico com as secretarias estaduais de Agricultura e Educação, e colaboração do Instituto Emater.

A finalidade é deslocar ao Show Rural pelo menos um ônibus com alunos e alguns professores e cada uma das 40 escolas técnicas mantidas pelo Estado no Paraná, diz o presidente do Emater, Natalino Avance de Souza. “A Secretaria da Educação fez uma solicitação para envolvermos esses estudantes em mais atividades práticas, para que o seu processo de formação possa ser ainda mais completo e eficiente”, diz Natalino.

Como não é possível envolver todos os alunos na caravana, pelo menos uma parte virá, nesse primeiro ano da parceria, para conhecer as novidades do Show Rural Coopavel. “Temos em Cascavel uma universidade a céu aberto, com o melhor em conhecimentos técnicos e de pesquisa desenvolvidos para o agronegócio. Então nada melhor que permitir que esses alunos enriqueçam seu processo de formação visitando esse ambiente”, ressalta o presidente do Instituto Emater, animado com as possibilidades que a parceria abre.

Outra preocupação dos parceiros no projeto é estabelecer um calendário de visitas, aproveitando os cinco dias do evento. Haverá também, no local, pessoal de apoio destacado para orientar as caravanas a fim de os estudantes poderem assimilar o máximo de informações e conhecimentos possíveis. A expectativa é que os alunos integrados à visita voltem às suas bases e então multipliquem o que viram com os colegas e também com os familiares. Os colégios agrícolas e as escolas familiares rurais funcionam em regime de internato e têm por finalidade formar as próximas gerações de produtores rurais.

Crédito: Assessoria

Banco do Brasil Governo Federal