Show Rural Coopavel 2023 06 a 10 de Fevereiro de 2023

Cascavel recebe nesta quinta-feira o Rally da Safra

Jean Paterno

Cascavel receberá o evento regional Condições da safra brasileira e mercado de grãos nesta quinta-feira, 9, a partir das 18h, no auditório da Associação Atlética Coopavel – BR-467, km 106. O evento gratuito é voltado para produtores e profissionais do agronegócio e abordará o cenário das culturas de soja e milho em cada uma das principais regiões produtoras do Brasil, o mercado de grãos, os principais resultados da etapa Soja do Rally e os trabalhos de campo da etapa Milho.

Nesta semana, duas equipes técnicas estão em campo para dimensionar o potencial produtivo desta segunda safra de milho visitando áreas no Sul do Mato Grosso do Sul e Oeste do Paraná. Os técnicos percorrerão as regiões de Dourados, Naviraí e Ponta Porã, no MS. Depois, seguirão em rotas distintas no Oeste do Paraná, percorrendo as regiões de Guaíra, Toledo e Campo Mourão; e Assis Chateaubriand, Goioerê e Campo Mourão. Os trabalhos serão encerrados em Maringá.

“O Mato Grosso do Sul registrou um comportamento climático favorável à safra no início de março, com bom volume de chuvas, e 41% das lavouras foram implantadas dentro do calendário ideal ou de baixo risco – até a terceira semana de fevereiro. O Paraná teve um ótimo início de safra, com plantio antecipado e condições climáticas favoráveis na implantação. No Oeste do estado, 63% das lavouras foram implantadas nas mesmas condições”, explica André Debastiani, coordenador do Rally da Safra.

As chuvas do início de maio potencializaram a safra dos dois estados. Para o Mato Grosso do Sul, a produtividade estimada é de 93 sacas por hectare – 117% maior que na safra passada, enquanto no Paraná, pode chegar a 98 sacas por hectare – ou 124% acima do registrado na safra anterior. “Trata-se de um momento importante para conhecermos a situação das lavouras, a partir da leitura do peso dos grãos e a população de plantas. Tivemos geadas em algumas áreas que poderão prejudicar parte das lavouras, além de alta infestação de cigarrinhas em todas as regiões produtoras, o que poderá reduzir a produtividade. Isso só ficará mais claro durante a colheita, se houver tombamento das lavouras. São variáveis que vamos acompanhar em campo juntamente com a situação climática”, esclarece Debastiani.

Legenda:

A Agroconsult, organizadora do Rally, projeta uma produção de 87,6 milhões de toneladas de milho segunda safra – redução de 4,6 milhões de toneladas sobre a perspectiva de janeiro – para uma área de 15,8 milhões de hectares. Trata-se de uma safra recorde – em 20/21, o Brasil colheu 60,9 milhões de toneladas de milho segunda safra, em 14,7 milhões de hectares. A safra total de milho é estimada em 113 milhões de toneladas, com crescimento de 29,6% sobre a anterior.

A etapa de avaliação do milho segunda safra começou em 15 de maio. As duas primeiras equipes percorreram o Oeste e o Médio-Norte do Mato Grosso. Outras duas avaliaram lavouras no Sudeste do Mato Grosso, Norte do Mato Grosso do Sul e a região Sudoeste de Goiás.

Ao todo, 11 estados serão visitados durante a 19ª edição do Rally da Safra 2022. A expectativa é coletar 1.600 amostras em campo. A expedição técnica tem o patrocínio do Banco Santander, FMC, OCP Fertilizantes e Serasa Experian e apoio nacional da Hidrovias do Brasil e Unidas Agro.

Legenda: O Paraná teve um ótimo início de safra, com plantio antecipado e condições climáticas favoráveis na implantação
Crédito: Rally da Safra

Banco do Brasil Governo Federal Caixa