Show Rural Coopavel: Tema de 2020 é incentivo para agricultor se reinventar

Por Jean Paterno

Legenda: O coordenador-geral do Show Rural Coopavel é o engenheiro agrônomo Rogério Rizzardi

O Show Rural Coopavel é conhecido como uma espécie de universidade a céu aberto. São 720 mil metros quadrados de área tomados por experimentos e novidades dos mais diversos segmentos da cadeia do agronegócio, uma das mais decisivas para a economia brasileira.

O tema da edição de 2020, de 3 a 7 de fevereiro, em Cascavel (PR), é Reinvente sua vida no campo, uma mensagem que convida o produtor rural a refletir e a redefinir metas e projetos para a sua propriedade. No Show Rural Coopavel estão as respostas que o agricultor precisa por reunir o que há de melhor em novidades, tendências e orientações para que ele possa produzir ainda mais, com qualidade superior e reduzindo custos.

O coordenador-geral do Show Rural Coopavel, o agrônomo Rogério Rizzardi, informa que os números mostram que o evento cumpre com o seu papel de transmissor de informações capazes de transformar a realidade do campo. “Até a década de 1980, as novidades eram levadas aos produtores por meio das equipes técnicas de empresas e cooperativas, mas devido às exigências e demora desse sistema, os resultados demoravam muito a aparecer”.

O Show Rural Coopavel, que começou como um dia de campo, foi a resposta que a cooperativa buscava para acelerar o processo de transmissão de novos conhecimentos aos agricultores, de forma rápida e eficiente. “No evento, o agricultor e o pecuarista têm à sua disposição a tecnologia e a novidade já com o resultado prático, além de pessoas altamente capacitadas para, no mesmo instante, esclarecer qualquer dúvida ou aprofundar a orientação desejada”, diz o presidente da cooperativa Dilvo Grolli.

Conhecimento

A produtividade das principais commodities da região Oeste, soja e milho, tiveram aumento de produtividade de 300% nas mais de três décadas de realização do evento de tecnologia. “Mas mesmo que os resultados sejam bons eles ainda estão muito distantes do que os campos experimentais alcançam no Show Rural. Com os cuidados que adotamos aqui, perfeitamente possíveis para qualquer propriedade, a produtividade pode aumentar muito mais. Por isso, reinventar-se quer dizer não acomodar-se jamais”, afirma Rogério Rizzardi.

A produtividade média de soja no Brasil, na safra 2018/2019, foi de 3.208 quilos por hectare. No Paraná, foi de 2.989 e no Show Rural Coopavel há cultivares que já alcançam 6.345 quilos por hectare. No milho, a média nacional é de 5.730 quilos por hectare, no Oeste do Paraná é de 11 mil e no Show Rural há híbridos que atingem a marca de até 18.302 quilos por hectare. “São dados que comprovam que com a informação certa e com as tecnologias hoje disponíveis é possível produzir muito mais e obter rentabilidades elevadas”, diz Rizzardi.

Crédito: Assessoria

Banco do Brasil Governo Federal