Com financiamento do BRDE, leiteria em Carambeí vira referência em uso de tecnologia

Por Sandra Nassar

show3A produtora de leite Marlene Kaiut, mutuária do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), fez palestra nesta terça-feira (6) no estande do Programa Oeste em Desenvolvimento, no Show Rural Coopavel, para contar como recuperou a leiteria da família, em Carambeí, Região dos Campos Gerais, que há 7 anos estava prestes a fechar. Hoje, a propriedade é referência em tecnologia na produção leiteira.

A recuperação da leiteria, que hoje produz 2.200 litros/dia, se deu a partir de investimentos em tecnologia, qualidade genética e instalações adequadas.  A ampliação da sala de ordenha e a compra de equipamentos mais modernos para a unidade foram financiadas pelo BRDE. Como empreendimento-modelo, a propriedade recebe estagiários e a visita de produtores rurais do Paraná e outros estados.

Marlene contou que, por causa da situação financeira praticamente insustentável da leiteria, seu marido, que é produtor rural, queria desistir do empreendimento. Ela então, com 24 anos, uma filha, trocou o salto alto pela bota – trabalhava como modelo para grifes de roupas – e decidiu tocar a leiteria sozinha. O marido foi cuidar da lavoura.

Como produtora integrada à Frísia, Marlene conseguiu renegociar a dívida com a cooperativa e obter outro financiamento para as reformas emergenciais na propriedade. Aos poucos, os investimentos foram dando resultado, a produção aumentou e melhorou a qualidade e as dívidas foram saldadas. Marlene despontou como liderança na região e, como mulher de negócios, recebeu prêmios estaduais e nacionais com seu case de sucesso.

“Eu, que nunca tinha usado nem um chinelinho, passei a fazer tudo o que um homem faz, desde a ordenha até dirigir o trator, inclusive grávida de minha segunda filha. Sofri preconceito, fui discriminada, tinha funcionário que não queria receber ordem de mulher, enfrentei um problema grave de saúde da minha velha mais velha, mas superei tudo isso”, recorda Marlene, orgulhosa.

Nos últimos dois anos, Marlene investiu mais de um R$ 1 milhão na leiteria. A propriedade, que no início do processo de recuperação financeira e aumento da produção tinha 60 animais, hoje abriga 200. “Tudo que passei valeu a pena. Quando gostamos do que fazemos, não tem como dar errado”, ensina a produtora.

Feira – O BRDE participa do Show Rural com estande próprio e equipe técnica para atendimento a clientes e parceiros. O diretor-presidente Orlando Pessuti e o diretor de Operações João Luiz Regiani estarão na feira na quarta (7) e quinta-feira (8), para acompanhar as atividades do banco na feira. No dia 8, serão assinados contratos de financiamento entre o BRDE, cooperativas e empresas da Região Oeste.

 

 

Banco do Brasil Governo Federal